No ar

Marcio Pedro / Antônio Luiz

Capinzal Negócios

07:00 - 07:29 com Marcio Pedro / Antônio Luiz

No ar - Capinzal Negócios Ouça ao vivo

Após manifestação de vereador, comandante da PM rebate críticas e afirma que viaturas não participaram de carreata

Após manifestação de vereador, comandante da PM rebate críticas e afirma que viaturas não participaram de carreata

Um vídeo publicado na noite de domingo (28) pelo vereador Kelvis Borges nas redes sociais causou uma grande polêmica. O parlamentar disse que foi cobrado por alguns moradores quanto um vídeo, também publicado nas redes sociais, em que aparecem viaturas da Polícia Militar circulando em Capinzal durante as comemorações da vitória de Jair Bolsonaro à presidência da república e do Comandante Moisés ao Governo de Santa Catarina.

“Quero aqui, na condição de vereador, deixar minha indignação e, primeiro dizer que votar em Bolsonaro, pedi voto pra Bolsonaro, porque entendo que ele realmente representa à mudança e a esperança a população brasileira. Do que, das pessoas que pretendem e querem um Brasil longe da corrupção, uma pessoa que tende com seu trabalho manter a ordem do Brasil e infelizmente na noite de hoje [domingo] nos vídeos que está rodando em rede social nos tivemos um mau exemplo por parte da Polícia Militar em Capinzal. Então que o comandante venha a público amanhã [segunda] explicar como as viaturas estavam na carreata comemorando a vitória de Bolsonaro. Se quer comemorar a vitória vai com seu carro como eu faria com o meu, como qualquer cidadão, Prefeito qualquer um faria com seu carro próprio, viatura é para fazer o serviço de policiamento que muitas vezes não têm, é reclamado por vocês [polícia] por falta de estrutura e falta de viatura. Então repudio isso, ridículo por parte da Polícia Militar. Estou fazendo aqui meu papel de vereador, fiscal do povo, cobro doa a quem doer e serei cobrado também pela população, porque fui eleito pra isso e que o comandante venha dar essa explicação desse ridículo que ocorreu na noite de hoje em Capinzal”, disse Kelvis.

(vídeo citado pelo vereador kelvis Borges)

Confira abaixo o áudio da entrevista concedida pelo parlamentar ao Jornal do Meio Dia de segunda-feira (29).

Comandante rebate 

Em entrevista coletiva na tarde desta segunda-feira (29) na sede da 2ª Companhia de Polícia Militar, o comandante, Capitão Cleverson Garcez, explicou que em momento algum as viaturas participaram da carreata e, sim, estavam em serviço para garantir a ordem pública.

“Primeiramente gostaria de esclarecer que eu venho à público fazer essa justificativa em razão do respeito à nossa população capinzalense e ourense, não pela cobrança do vereador, até porque, não devo explicações do meu trabalho para a cobrança que ele fez na rede social, mas em respeito à população estaremos falando um pouco sobre o nosso trabalho referente às comemorações das eleições 2018. No que tange os comentários tecidos pelo vereador Kelvis, estou muito surpreso com essa manifestação, primeiramente porque o vereador disse que foi instado, foi cobrado pela população pra que se manifestasse, tecendo esses comentários contra a polícia militar. Não foi o que me pareceu, até pelos comentários que vimos nas redes sociais e tudo mais, maciçamente a população apoiou o trabalho da Polícia Militar. É muito fácil querer descontar sua raiva, colocando a culpa na conta do povo, realmente fico surpreso com essa manifestação do nobre vereador”, destacou o comandante.

“Diferente do que o vereador proferiu nas acusações a nossa instituição, Polícia Militar, nós não estávamos participando de uma carreata, simplesmente a Polícia Militar ela juntou as suas viaturas, fez um trajeto pelo centro da cidade, demonstrando que realmente estávamos presentes, que realmente estávamos em condições de trabalho, que se precisássemos agir, se precisasse intervir em alguma situação estaríamos prontos para isso. É claro que o nosso deslocamento ele se deu com sirene ligada, com giroflex ligado, justamente para que a gente pudesse aparecer, num local onde tinha vários veículos circulando, com buzinaço, com várias pessoas nós tínhamos que mostrar que estávamos ali. Então realmente deslocamos, houve formação de filas, tanto atrás do nosso deslocamento, quanto na frente do nosso deslocamento. Friso que não estávamos participando de carreata. Diria que a Polícia Militar ela não tem partido, ela não apoia esse ou aquele candidato, de qualquer forma nos estaríamos ali ontem [domingo] fazendo nosso trabalho para garantir a ordem pública nas nossas cidades”, explicou Garcez.

Confira abaixo na íntegra a entrevista do comandante.


Publicado por: Jardel Martinazzo Data: 30/10/2018 08:25



Principais Notícias

Publicado em 21/01/2019 19:59 por Marines Delazari Varela

Mulher é agredida e ameaçada de morte em Capinzal

A Senhora de iniciais C.B.B. por volta da 01h desta segunda (21) compareceu a Companhia da  Polícia Militar relatando [...]

Publicado em 21/01/2019 17:56 por Marlo Matielo

Meneghini conduz a primeira reunião de trabalho com a equipe administrativa da Câmara

O presidente Aldecir Luiz Meneghini conduziu na tarde desta segunda-feira, dia 21, a primeira reunião de trabalho de [...]

Publicado em 20/01/2019 20:20 por Marlo Matielo

Agrônomo capinzalense será homenageado pelo CREA-SC

O Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Santa Catarina (CREA-SC) realiza no próximo dia 24, a partir das 20 [...]

Outras notícias

Publicado em 21/01/2019 20:12

Equipamentos apreendidos por perturbação de sossego alheio e homem é detido por desacato em Capinzal

Por volta das 2h desta segunda-feira (21) a Polícia Militar acionada para se [...]

Publicado em 21/01/2019 19:46

Dois condutores notificados por se recusarem efetuar o teste de bafômetro em Ouro

Por volta das 21h30min deste domingo (20), a Polícia Militar em rondas no [...]

Publicado em 19/01/2019 10:05

Segue a venda de fichas de assados e cucas da festa de São Paulo Apóstolo

Continua na manhã deste sábado (19) a venda de churrasco suíno (R$ 25,00) e [...]

Publicado em 18/01/2019 13:32

Bovino de aproximadamente 400 quilos morre ao ser atingido por raio no interior de Ouro

Uma vaca leiteira, pesando entre 380 e 400 quilos, morreu na noite desta [...]

Publicado em 18/01/2019 10:13

A SUPREMA INSEGURANÇA JURÍDICA

Durante muitos anos, discutiu-se, na comunidade jurídica nacional, se as [...]

Publicado em 18/01/2019 09:41

A ilusão de que somos imortais

O ano mal iniciou-se e já ouvi inúmeras pessoas dizendo “o tempo está [...]