No ar

Programação indisponível

Empresa capinzalense será uma das executoras da obra que irá despoluir a Beira Mar Norte

Empresa capinzalense será uma das executoras da obra que irá despoluir a Beira Mar Norte

O consórcio formado pelas empresas Fast - Indústria e Comércio (de Capinzal, SC) e a CFO – Construtora Fonseca e Oliveira Ltda (de Florianópolis) vão executar a obra de recuperação da balneabilidade ao longo da Avenida Beira Mar Norte, em Florianópolis.

As duas empresas catarinenses se uniram para apresentar a proposta – ao custo de R$ 17 milhões – para executar o projeto e a obra que vai tornar balneável a praia entre a Guarnição de Buscas e Salvamento do Corpo de Bombeiros (próximo à ponte Hercílio Luz) e a Ponta do Coral. Em janeiro, será assinada a Ordem de Serviço, de modo que a obra possa ser entregue à população ainda em 2018.

Semelhante ao processo que está ajudando a recuperar o Rio do Braz, no Norte da Ilha, a ação voltada à Baía Norte está focada no controle dos poluentes conduzidos pela rede de drenagem (a rede de águas das chuvas).

O Termo de Referência contempla a instalação de uma Unidade Complementar de Recuperação Ambiental (URA) junto à Estação Elevatória da CASAN na Avenida Beira-Mar (área conhecida como Bolsão). A URA Beira-Mar vai tratar a água contaminada da rede de drenagem e lançar ao mar efluente livre de coliformes fecais. O equipamento terá capacidade de tratar até 150 litros por segundo, o equivalente a quase 13 milhões de litros por dia.

Cada uma das saídas da rede de drenagem pluvial (tubulações de cimento) receberá um sistema próprio de captação e bombeamento. Serão, assim, cerca de 15 a 20 pequenas estações elevatórias conduzindo a mistura de chuva com esgoto até a URA Beira-Mar. Desinfetada e clarificada, a água será lançada na Baía Norte.

Poluição da Baía é localizada

Apesar de a área central de Florianópolis contar com 100% de rede de coleta e tratamento de esgoto, diferentes fatores ainda causam a poluição da praia. Entre eles, a ocupação desordenada e o alto adensamento urbano. Para agravar, CASAN e Prefeitura estimam que cerca de 50% dos imóveis da região apresentam alguma irregularidade na instalação com a rede pública de esgoto.

Esse conjunto de fatores faz com que os canais pluviais arrastem com a água da chuva uma alta carga de esgoto, gerando a contaminação que impede o banho de mar na zona mais populosa da Capital. A rede de esgoto instalada na região resolve a questão sanitária, mas não permite a balneabilidade da praia.

Análises realizadas pelo Laboratório de Efluentes da CASAN mostram que a aproximadamente 200 metros da areia da praia a água já se apresenta dentro dos parâmetros de balneabilidade da FATMA. Essa boa condição da água comprova que a poluição da Baía está concentrada, localizada junto às galerias de água da chuva. “Solucionado estes focos, a balneabilidade poderá ser recuperada”, diz o engenheiro Alexandre Trevisan, da Gerência de Meio Ambiente e Recursos Hídricos da CASAN.

Fonte: Casan


Publicado por: Jardel Martinazzo Data: 03/01/2018 18:43

Fotos




Principais Notícias

Publicado em 19/01/2019 20:07 por Marines Delazari Varela

Polícia Militar apreende pequena quantidade de droga no centro de Capinzal

A Polícia Militar apreendeu uma pequena quantidade de droga na tarde deste sábado (19), na área urbana de [...]

Publicado em 19/01/2019 14:56 por Marines Delazari Varela

Acidente com danos materiais no centro de Ouro

A Polícia Militar atendeu a um acidente de trânsito neste sábado (19), por volta das 11h50min na Rua Felipe Schmidt [...]

Publicado em 19/01/2019 10:28 por Jorge Soldi

Acampamento da Barra do Leão começa na segunda feira, dia 21

Começa na segunda feira, dia 21, a 30ª edição do Acampamento do Distrito da Barra do Leão, no interior de Campos [...]

Outras notícias

Publicado em 19/01/2019 10:05

Segue a venda de fichas de assados e cucas da festa de São Paulo Apóstolo

Continua na manhã deste sábado (19) a venda de churrasco suíno (R$ 25,00) e [...]

Publicado em 18/01/2019 13:32

Bovino de aproximadamente 400 quilos morre ao ser atingido por raio no interior de Ouro

Uma vaca leiteira, pesando entre 380 e 400 quilos, morreu na noite desta [...]

Publicado em 18/01/2019 10:13

A SUPREMA INSEGURANÇA JURÍDICA

Durante muitos anos, discutiu-se, na comunidade jurídica nacional, se as [...]

Publicado em 18/01/2019 09:41

A ilusão de que somos imortais

O ano mal iniciou-se e já ouvi inúmeras pessoas dizendo “o tempo está [...]

Publicado em 18/01/2019 09:34

A LEVEZA DO CORPO ENTRE ÍNDIOS E ÍNDIAS MBYA-GUARANIS

Estive me lembrando nestes dias sobre um dos aspectos da minha pesquisa de [...]

Publicado em 18/01/2019 08:52

PRAIA IMPRÓPRIA PARA BANHO?

Cidades banhadas pelo mar são o destino de férias favoritos da maioria das [...]