No ar

Programação indisponível

PÁTRIA - por Frei Atílio Galvan

PÁTRIA - por Frei Atílio Galvan

Recordo de meus tempos idos, em que muito se referenciava a Pátria. Se dizia amada. E por definição “PÁTRIA” é a terra onde se nasce. 
Mesmo antes da ditadura da década de 1960, referenciar a pátria era nota de civismo. Tempos de escola, tempos de sete de setembro, tempo de marchar, mesmo não sabendo do futuro. Homenagens à Pátria querida!
Naqueles tempos o nascimento se dava no lar. Era no berço. Era entre parentes. Era familiar. A amizade nascia com a gente. Mesmo sem consciência disso. Por isso o chão de nascença era tido como sagrado, estimado.
Hoje a gente se pergunta: porque tanta distância emotiva desse torrão natal? Seria resultado do conhecimento da história pátria? Seria a tal da globalização que faz do mundo a terra da gente (diz-se aldeia)? Seria a realidade dos sonhos perdidos? Seria a imprensa que nos traz à luz a realidade? Seria o que os nossos olhos vêm e nosso pensamento traduz?
A verdade é que as perguntas nos vem à cabeça. Antigamente, na infância, a gente se escondia quando o mundo aparecia por lá. Hoje a gente não sabe onde se esconder. A  pátria nem sequer nos perdoa, quanto menos nos ama. É verdade que só desejamos direitos. Os deveres não nos servem. Porém são estes cobrados e aqueles amesquinhados! 
Oh pátria amada das ilusões da infância!.
Hoje, nosso consolo são nossos vizinhos de porta que podemos estimar, confabular, extravasar, querer bem! Também eles ou nós mesmos mudamos muito. Pela migração, talvez!
E se a pátria, ao invés de crescer em grandeza, diminui de tamanho e de estima, cabe-nos unir-nos em torno da cidadania. Afinal, como gente de paz e de amor, cabe-nos crescer em engajamento. Cabe-nos acentuar as pessoas, o próximo! 
Sempre encontraremos razões de amar!. 


Publicado por: Douglas Varela Data: 10/09/2015 08:50

Fotos




Principais Notícias

Publicado em 26/05/2017 19:12 por Marlo Matielo

PM registra o furto de arma de fogo no centro de Capinzal

A Polícia Militar registrou o furto de uma arma de fogo durante a tarde desta sexta-feira, dia 26, na área central de [...]

Publicado em 26/05/2017 10:05 por Jardel Martinazzo

Primeira noite do Tríduo abriu a Festa de Nossa Senhora do Caravággio

A primeira noite do Tríduo nesta quinta-feira, dia 25, reuniu um grande número de fiéis no Oratório Caravággio, na [...]

Publicado em 26/05/2017 08:48 por Douglas Varela

Projeto PMSC Mobile é implantado em Piratuba

Policiais militares de Piratuba e Ipira começam a utilizar em caráter experimental o Sistema PMSC Mobile. O objetivo [...]

Outras notícias

Publicado em 27/05/2017 10:37

AS VERDADES DA SOLIDÃO!

A vida corrida, os inúmeros compromissos e as incansáveis horas de trabalho, [...]

Publicado em 27/05/2017 10:37

O VALOR DA DISCIPLINA COMO UMA NECESSIDADE PARA O SUCESSO NA VIDA

Disciplina é uma palavra que tem a mesma etimologia da palavra "discípulo", [...]

Publicado em 27/05/2017 10:36

AS REDES SOCIAIS NAS EMPRESAS

Essa é uma discussão atual e necessária atualmente nas empresas , sempre [...]

Publicado em 27/05/2017 10:26

Marlo Matielo - Opinião / Corrupção / Pequenos Furtos / Formatura Bombeiros Voluntários / Desemprego

PEQUENOS FURTOS A Polícia Militar de Capinzal foi acionada na segunda-feira, [...]

Publicado em 27/05/2017 10:25

O MÉDICO CONTRATADO PELO MUNICÍPIO CUMPRE A SUA CARGA HORÁRIA?

Neste mês de maio de 2017, a Procuradoria da República de Santa Catarina – [...]

Publicado em 26/05/2017 17:00

Secretaria de Obras recupera acesso a Pinheiro Alto

A Secretaria de Transportes e Obras concluiu na terça-feira, dia 17, a [...]