Produtor de tilápias prevê prejuízos de R$ 300 mil devido à falta de energia em Ipira

Produtor de tilápias prevê prejuízos de R$ 300 mil devido à falta de energia em Ipira

O produtor de peixes Orlei Ostjen, de Linha Capelinha, interior de Ipira, estima um prejuízo de até R$ 300 mil na sua produção de tilápias. Sua propriedade ficou mais de 14 horas sem energia elétrica após um temporal, com ventos fortes, derrubar uma árvore em cima dos fios de alta tensão e desligar a chave. A luz caiu por volta das 23h do sábado e até às 15h deste domingo ainda não havia sido restabelecida. 

Muitos peixes dos sete açudes de Ostjen, que possuem uma profundidade de cerca de quatro metros, acabaram morrendo. “Os peixes têm entre 900 e 950 gramas. O que vocês estão vendo são os primeiros que morreram. Até amanhã o açude vai ficar branco”, disse em entrevista ao Jornal Comunidade/Magronada, que esteve no local. O produtor previa entregar 40 toneladas de tilápia entre o final do mês de abril e início de maio. 

Ostjen contou que a família fez 14 ligações para a Celesc, mas sempre obteve a mesma resposta.  “A resposta é que eles estavam cientes do problema e iriam resolver. Os vizinhos também ligaram. Tentei inclusive contato com a ouvidoria, mas sem sucesso” disse. Todos os protocolos foram anotados e os SMS estão registrados no celular. 

A propriedade de Ostjen foi adequada para a instalação dos açudes de criação, projetados pela Epagri, e possui transformador próprio. Os criadouros têm 12 aeradores (equipamento que ajuda na produção do oxigênio na água), que passam cerca de 10 horas ligados diariamente, principalmente nos dias em que não há sol. “Passamos dias e noites cuidando da produção, principalmente agora que eles [os peixes] estavam próximos do tamanho adequado para a comercialização, puxando ração, pois o trabalho é todo manual e agora vemos todo esse trabalho ir por água abaixo”, lamentou Ostjen. Ele ainda disse que gasta R$ 1,3 mil com luz por mês e nunca atrasou o pagamento. 

A mãe de Ostjen, dona Loni, também estava preocupada. “É o trabalho da nossa família. É um pecado ver toda a produção morrendo e a gente não poder fazer nada”, falou. O produtor passou a noite sem dormir, tentando controlar a entrada de água nos açudes, local onde os peixes vão quando falta oxigênio na água. 

O Comunidade/Magronada esteve na propriedade e até às 15h, Ostjen previa que metade da produção já estava perdida. “Vou acionar a justiça sem dúvida”, disse o produtor. “Vou tentar ver com uma empresa se eles [a produção perdida de peixes] podem ser utilizados para fazer farinha, mas é muito difícil. Caso contrário, teremos que recolher os peixes mortos, talvez até secar o açude e enterrar tudo. Serão dias de trabalho”, completou. 

Recentemente, o Legislativo de Ipira, onde Ostjen é vereador, e também a Câmara de Piratuba, enviaram um documento para a Celesc solicitando um plantão permanente para as duas cidades. Ostjen registrou um boletim de ocorrência. 

Outros prejuízos 

Os vizinhos estão ajudando uns aos outros para tirar o leite, de forma a evitar mais prejuízos. Walter Gehradt, vizinho de Oltjen, também estava preocupado com a situação. “Isso é um descaso com a nossa comunidade. Somos em cerca de 12 produtores nesta parte da Linha Capelinha. O problema do mato por cima da rede já derrubou a rede outras vezes”, contou Gehradt.

Fonte - Jornal Comunidade/Grupo Magronada


Publicado por: Marlo Matielo Data: 25/03/2018 16:54



Principais Notícias

Publicado em 18/06/2019 08:12 por Marlo Matielo

Câmara de Ouro realizou a terceira sessão do mês de junho

Sob a presidência do vereador Aldecir Meneghini, a Câmara de Vereadores do município de Ouro realizou a terceira [...]

Publicado em 17/06/2019 09:03 por Jardel Martinazzo

Condutor que fugia da Polícia bate carro na própria casa em Ipira

Um Gol que tentou fugir da Polícia Militar e colidiu em um pilar da própria residência foi retirado de circulação [...]

Publicado em 16/06/2019 19:52 por Marines Delazari Varela

Inaugurada em Capinzal a UNIBEN – Associação de Benefícios

Na manhã deste sábado (15) foi inaugurada a UNIBEM que é uma associação de benefícios e garante proteção ao seu [...]

Outras notícias

Publicado em 17/06/2019 08:07

Ingressos a venda para a 9ª Festa Italiana de Capinzal

O Grupo Cultural Itália Mia promove no dia 13 de julho, no Centro Educacional [...]

Publicado em 17/06/2019 08:07

Núcleo de Gastronomia da ACIRP realizou reunião de planejamento

Os integrantes do Núcleo da Gastronomia da Associação Empresarial do Baixo [...]

Publicado em 17/06/2019 08:06

AMPECO promoveu nova reunião com a diretoria

A diretoria da Associação das Micro e Pequenas Empresas de Capinzal e Ouro [...]

Publicado em 17/06/2019 08:04

A VERDADE EMPÁTICA DOS EGOCÊNTRICOS

Estamos debaixo do mesmo céu, iluminados pela mesma luz solar e caminhantes [...]

Publicado em 17/06/2019 07:52

SOMOS ESSENCIALMENTE BONS OU MAUS?

Diariamente somos surpreendidos por alguns comportamentos que colocam a [...]

Publicado em 17/06/2019 07:51

O EPISÓDIO DA ESCOLA DE CARAPICUÍBA!

Fazem quase trinta anos que atuo no magistério, entretanto, nos últimos anos, [...]