No ar

Rádio Capinzal

Parada de Sucessos

14:30 - 23:00 com Rádio Capinzal

Ouça ao vivo Ouça ao vivo

MÁSCARAS... “EU PASSO 'REIVA' COM AQUELE IRMÃOZINHO...”

MÁSCARAS... “EU PASSO 'REIVA' COM AQUELE IRMÃOZINHO...”

Zélia Maria Bonamigo
Jornalista e Antropóloga
zeliabonamigo@uol.com.br

– “Alô? É a Zélia? Viu, aqui na minha cidade cada dia tem mais casos do novo Coronavírus – Covid-19. E, ainda, encontro na rua pessoas que não usam máscara ou usam no queixo (as 'queixosas'). Estou com 'reiva', 'reiva', que nem sabe! Faça alguma coisa...”

– Como Elizeu Gomes, “passa 'reiva' com aquele irmãozinho”? Como posso ajudar?

– Escreva um artigo. Que tal? Leio sempre. – E desligou.

Mas como responder, acertadamente, ao dono daquela voz jovem de rapaz, que aqui chamo de João? Vem comigo espiar os sentidos das máscaras na História.

Vamos lá, João. As máscaras, utilizadas em diferentes épocas, falam de crenças, e expressões de diferentes povos, conforme as necessidades e dinamismos sociais particulares.

Por exemplo, ao fazerem seus rituais, grupos indígenas usam máscaras ritualísticas. Alguns preferem aquelas referentes aos seres poderosos, no momento de pedir ajuda para superarem algum perigo iminente. Povos africanos as utilizam em diferentes momentos, como nascimentos, celebrações, festas de casamentos, momentos de curas e funerais. Porque acreditam serem criadores da atmosfera necessária para criar a magia do momento, de representar antepassados ou deuses. Elas fazem sentido para eles.

Durante o culto da mumificação, os egípcios usam máscaras por acreditarem na continuação da vida depois da morte. Na civilização grega, no século V a.C., o desenvolvimento do teatro proporciona, também, o desenvolvimento de festas dionisíacas, apresentações de tragédias e de comédias gregas. Então as máscaras assumem o sentido teatral, ou seja, chamam a atenção para o caráter do/da personagem. Elas fazem sentido.

Entre os romanos, as máscaras assumem nomes de “personas” e “larvas”, conforme os personagens e, portanto, é costume utilizar mais de uma máscara em cada cena. Com a chegada da Idade Média, o seu uso se tornou mais comum nas festas profanas. Mas no Renascimento, além de adquirirem características de “farsas” nos castelos, quando as máscaras passaram a fazer parte do próprio traje, o teatro foi retomado em toda a Europa mediante a Commedia Dell'Arte. Fazem sentido para eles.

Na sociedade atual, máscaras são utilizadas nas festas folclóricas, como danças, procissões, carnaval, bumba meu boi, etc. e em rituais sagrados, a exemplo dos realizados por diferentes grupos indígenas e em rituais de origem africana. Fazem sentido para eles.

Em pandemias, como na Peste Negra, Gripe Espanhola e a do novo Coronavírus – Covid-19, elas passaram a fazer parte dos trajes individuais, na proteção, especialmente, da boca e do nariz, mas os olhos ficam bem atentos. Fazem sentido, para todos, João?

Não, João, você me diz que não. Pessoas que usam máscara no queixo, na mão, ou não a usam, ainda não a incorporaram às suas práticas atuais, talvez pela pouca sensibilidade com os outros, ou por não assimilarem as informações disponíveis a respeito.

E você, que tem casos de Covid-19 na família, e sabe das tristes consequências, faz o quê, então? João, brigar não ajuda. Desviar-se antes de se aproximar de pessoas “queixosas”, ou não usuárias de máscara, ajuda a amenizar a “reiva” e salva do pior. Outra ideia?

E você, leitor, também tem dificuldade com isso? Faça como João, entre em contato comigo e coloque seu ponto de vista. Vamos nessa?


Publicado por: Douglas Varela Data: 01/08/2020 10:58

Fotos

9711947015f25756c273866.13734931.jpg

Imagem: Moça cobre rosto, mas olhos permanecem atentos. Crédito: Rhett Wesley - Unsplash




Principais Notícias

Publicado em 17/01/2021 09:09 por Jorge Soldi

Lesão corporal, saída de pista e ameaça foram as principais ocorrências atendidas pela PM nas últimas horas

Neste sábado, por volta  das 09:24hs  a PM atendeu  ocorrência de lesão corporal na Rua Ernesto Hachman. No [...]

Publicado em 16/01/2021 09:45 por Jardel Martinazzo

Capinzal e Ouro tem 7 pessoas internadas com Covid-19

A Secretaria da Saúde de Ouro registrou dois novos casos do novo coronavírus nesta sexta-feira (15). O boletim aponta [...]

Publicado em 16/01/2021 08:39 por Jardel Martinazzo

Dois acidentes de trânsito com danos materiais no bairro São Cristóvão

No final da tarde e durante a noite desta sexta-feira (15) foram registrados dois acidentes de trânsito com danos [...]

Outras notícias

Publicado em 16/01/2021 09:22

Juízes eleitorais em SC começam a decidir as prestações de contas dos eleitos

    Os processos de prestações de contas para os cargos de [...]

Publicado em 15/01/2021 07:02

Hemosc reforça a necessidade de doação de sangue na temporada de verão

O Centro de Hematologia e Hemoterapia de Santa Catarina (Hemosc) reforça a [...]

Publicado em 15/01/2021 06:58

Governo do Estado divulga calendário de feriados e pontos facultativos de 2021

O Governo de Santa Catarina definiu o calendário que fixa os feriados e pontos [...]

Publicado em 11/01/2021 05:57

Jovem de 26 anos gravemente ferido em saída de pista com capotamento em Campos Novos

Um jovem de 26 anos ficou gravemente ferido em um acidente de trânsito [...]

Publicado em 09/01/2021 12:32

Mulher é socorrida pelos Bombeiros após ataque de abelhas em Ouro

Uma mulher de 55 anos foi atacada por um enxame de abelhas na manhã deste [...]

Publicado em 06/01/2021 22:09

Ouro possui 26 casos ativos do novo coronavírus

A Secretaria da Saúde de Ouro confirmou mais 2 casos positivos para o novo [...]